tabuaço

Câmara Municipal de Tabuaço

Carlos Carvalho

Caros amigos Tabuacenses,

Em 2013 iniciámos um projeto denominado Tabuaço para Todos!
Acreditávamos, tal como hoje, que a nossa terra necessitava de uma realidade que todos integrasse e em que cada um de nós se revisse! Por duas vezes sentimos que essa nossa crença encontrou junto da maioria dos Tabuacenses eco e confiança.
Volvidos 8 anos voltamos a apresentar-nos a eleições no próximo dia 26 de setembro, porque continuamos a entender que os princípios, tais como Integridade, Verdade, Cidadania, Proximidade, Justiça, Segurança e Transparência, que nortearam o nosso projeto se mantêm atuais e fundamentais nos dias que correm.
Este foi um mandato diferente. Estamos ainda a vivenciar um daqueles que, provavelmente, será um dos períodos mais difíceis da existência de cada um de nós. Cerca de metade destes quatro anos foram passados sob a sombra do COVID-19, um cenário que mudou para sempre a nossa forma de viver e de nos comportarmos enquanto sociedade. Entendemos que neste período, o mais 

importante foi tentar ter uma posição de presença constante junto das nossas populações, Juntas de Freguesia, Associações, IPSS, que se traduziu numa série de medidas tão distintas como apoios em equipamentos, apoios sociais e mais recentemente apoios económicos ao tecido empresarial, entre muitos outros. E acreditamos que, apesar do distanciamento forçado, foi possível minimizar os impactos gravíssimos que esta pandemia nos tem trazido.
Mas o facto de termos vivido em suspenso durante os últimos 18 meses não impediu que o Município mantivesse o seu rumo nas principais áreas.
A redução da dívida do Município manteve-se e um dos principais objetivos em que este projeto assentou e que passava por enquadrar o município dentro dos limites de endividamento permitidos está praticamente alcançado. Em 2013 vivíamos um cenário de rutura financeira em que o nosso rácio de endividamento era de 2,43 (duas vezes e meia a receita do Município), que foi reduzido para 1,54 (apenas 0,04 acima do permitido) e que se traduz numa redução superior a 7 milhões de euros de dívida em 8 anos.
Mas este enorme esforço não inviabilizou que ao longo deste mandato fossem levados a cabo obras e projetos num valor superior a 6 milhões de euros. E se a isto aliarmos 1 milhão de euros transferidos para as Juntas de Freguesia de forma equitativa e de acordo com os critérios definidos pelos respetivos Presidentes, facilmente verificamos que, apesar dos enormes constrangimentos financeiros e do cenário causado pelo COVID 19, foi possível fazer muito e bem!
Mas o que está feito, feito está. Importa pois, partindo desta realidade, colocar os olhos no futuro. E é nesse pressuposto que nos encontramos, há cerca de dois anos a esta parte, a trabalhar na estratégia para o próximo quadro comunitário.
Continuaremos a dar o ênfase fundamental ao sector turístico, na sequência da enorme aposta que tem sido levada a cabo ao longos destes últimos dois mandatos e que colocam Tabuaço como um dos destinos de referência da nossa região e do Norte do País. Mantemos o foco na ampliação do parque empresarial bem como na preparação do novo Plano Diretor Municipal, que terá um papel fundamental na identificação de possíveis soluções para um dos principais constrangimentos ao nosso desenvolvimento.
E forte aposta na estratégia de valorização dos nossos produtos endógenos que passa pela nossa promoção individual, mas principalmente enquanto região.
Novos e grandes desafios se levantam. De que forma sairemos de todo este cenário de pandemia que nos assola. Que problemas subsistirão e como os iremos combater. De que forma poderemos estagnar a perda de população que é uma realidade em mais de 250 municípios do nosso País e que resulta de políticas centralistas por parte dos sucessivos Governos nacionais, que se esquecem completamente do Interior de Portugal. Como combater a cada vez menor taxa de natalidade?
Com base nestas premissas. Em explicar o estado em que se encontrava o Município em 2013. Olhar para esse passado e perceber a credibilização, a pacificação, a estabilização que foi conseguida aliada aos inúmeros investimentos que foram levados a cabo através da Câmara e em parceria com as Juntas de Freguesia que chegamos à realidade atual. Aos vários projetos que se encontram aprovados como a 2ª fase da ampliação do parque empresarial, os circuitos de visitação turística e rota dos miradouros, a requalificação do Rio Távora, entre outros.
Este é o ponto de partida que nos irá levar junto de vós, à vossa porta durante as próximas semanas. Para, mais uma vez, humildemente vos pedir que em nós volteis a confiar para que possamos levar a bom porto o projeto que decidimos iniciar em 2013.
E para vos garantir o mesmo empenho, a mesma vontade, o mesmo espírito de sacrifício, a mesma capacidade de luta, a convicção fundamental de que amanhã será sempre possível fazer um pouco mais para que a realidade de cada um de vós, de cada um de nós, seja melhor!
Contamos convosco da mesma forma que sabeis que connosco podeis contar.

POR TABUAÇO, TODOS!